Maria Escolhe Um Jovem

Um Pouco Sobre Sua Vida

Marcos Tadeu Teixeira nasceu em Jacareí, no dia 12 de fevereiro de 1977, festa de Nossa Senhora da Escola, de uma família católica. É residente no bairro Campo Grande, próximo aos Montes onde, mais tarde, aconteceriam as Aparições de Nossa Senhora, quando ela se apresentaria, a partir de fevereiro de 1991, como Rainha e Mensageira da Paz.

Era um menino simples, vivaz, calmo. O olhar de Nossa Senhora da Paz pousou sobre aquela criança, sobre este vale de lágrimas, e o Coração de Maria, cheio de misericórdia se abriu, e desceu mais uma vez para chamar os seus filhos para a Conversão e à Paz. Disse Jesus: “Bem-Aventurados os que choram, pois serão consolados!” (Mt 5,5).

Quando pequeno, tinha um problema de sopro no coração. A mãe sempre trabalhou fora para ajudar no sustento da casa, pois o pai, desde os quatro anos de Marcos, começou a beber, causando grande sofrimento para a família, e levando à perda de muitos dos poucos bens que possuíam. Seu pai era um homem violento, e quando bebia, chegava a bater nele e em sua mãe, sendo preciso que os parentes e vizinhos os acudissem várias vezes para que não acontecesse o pior. Quando tinha de nove para dez anos, o pai o abandonou, com a mãe e o irmão, sozinhos.

Para que não passassem necessidade, sua mãe trabalhou arduamente e, com o tempo, conseguiu construir algumas casas simples, de aluguel. Mesmo assim, nunca foi revoltado, nem teve dificuldades escolares, sendo um dos melhores alunos da escola em que estudou, e sempre tirando boas notas. Sempre foi muito reservado, caseiro e não gostava nunca de ficar andando pela rua. Quase não falava com estranhos, embora gostasse muito de estar com seus priminhos e com seu irmão mais novo, os seus amiguinhos preferidos.

Em 1986 teve sarampo, devido a um surto da doença na cidade, e quase morreu, ficando por quatro dias inconsciente. Uma mancha escura apareceu em um de seus olhos, e os médicos disseram que ficaria totalmente cego em pouco tempo. Porém, foi curado graças as preces de sua mãe à Nossa Senhora das Dores e Nosso Senhor dos Passos. Como se tratasse de gente simples e sem recursos, sua mãe dirigiu-se à Igreja, e diante destas Imagens que lá se encontravam, na dor da iminência de ter seu filho cego, elevou a Deus, com fervor, suas preces, e fez uma promessa. A graça foi alcançada.

Quando Nossa Senhora apareceu pela primeira vez para o ainda menino Marcos Tadeu, ele já havia feito a sua primeira comunhão, em 11 de dezembro de 1988. Preparava-se para receber o Sacramento do Crisma, que viria a se realizar em 22 de novembro de 1992.

Entre 1992 e 1993, fez o curso de Operador de Máquinas no SENAI, em São José dos Campos, que fica à apenas 8 km de Jacareí. Terminou o estudo secundário em 1994, e em 1997 fez o primeiro ano da faculdade de filosofia, deixando-o em dezembro de 1997, por falta de recursos para custear seus estudos.

Esforços e Sofrimentos

Depois que Nossa Senhora lhe apareceu as primeiras vezes, ainda sem ter a certeza de que era ela a Personagem Celeste, resolveu fazer alguma coisa pela causa do Senhor e das Almas, e tornou-se catequista até fins de 1993, quando teve de deixar tudo por causa das Aparições, em vista das perseguições e proibições do Bispo diocesano.

Em 1994 houve um período de sacrifícios, pedidos a ele pela Santíssima Virgem, a fim de converter os pecadores. Então ele passou por vários problemas de garganta que o levavam a febres altíssimas, tendo que ser internado. Em 1997, houve outro período de sacrifícios pedido pela Virgem Santíssima. Apareceu então um tumor no joelho esquerdo, que devido à sua localização, impediu os movimentos da perna esquerda, e por causa disso, teve que faltar na escola por um período de quarenta dias. Mas não foi reprovado, porque fez as provas e trabalhos de reposição. Devido às dores lancinantes do joelho que lhe tiravam mesmo o sono, não podia subir nem ao Monte das Aparições, nem ir sozinho à Santa Missa. No dia 7 de setembro de 1997, foi ao Monte levado ao colo por amigos. Estava muito debilitado, porém, foi totalmente curado por Nossa Senhora no dia 9 de setembro de 1997, durante uma Aparição, quando Nossa Senhora lhe mostrou uma multidão de almas subindo ao Céu, consequência daquele sofrimento aceito.

Era a véspera de sua ida a Medjugorje, Lourdes e Fátima, seu sonho, pois sempre quisera visitar os locais onde Nossa Senhora já havia aparecido, o que é plenamente compreensível, porém, pelas condições financeiras da família, julgava impossível, quando, para sua surpresa, a bondade divina lhe providenciava esta imensa alegria. Contudo, não sem sofrimento seu, pois as pessoas que o ajudariam na viagem, o tinham inscrito em uma excursão cuja saída estava marcada para aqueles dias, e o problema no joelho o impediria de ir. Mas era a própria Nossa Senhora quem lhe obtivera de Deus aquele favor, e era sua materna vontade que ele fosse.

Durante aquela Aparição, já na iminência da partida, eis o Amor de Nossa Senhora que desde sempre já tudo previra e executava para a maior Glória de Deus e bem do seu filhinho. Qual não foi o espanto dos presentes quando o viram ajoelhar-se diante de Nossa Senhora na Aparição, e depois, sair andando como se nada lhe tivesse acontecido! Não sentiu mais nenhuma dor depois disso, nem ficaram sequelas.

Também foi ajudante de pedreiro, e balconista de depósito de material de construção. É um Homem como os outros, porém, tem umas características que o diferem dos outros, definindo-o como uma pessoa calma, serena e amável, desde que não se sinta explorado e enganado.

De 10 à 25 de setembro de 1997 realizou seu grande sonho que era conhecer Fátima, Lourdes, Medjugorje e outros Santuários Marianos. De 1998 até 1999 parece que teve uma trégua nos sofrimentos físicos, embora os morais, através de perseguições, críticas e injustiças por parte das pessoas continuem sempre martirizando-o.

Foi a esse jovem, simples e desprovido de ostentação, riquezas ou fama que a Virgem Imaculada apareceu, comunicando as riquezas e amor de seu Coração Imaculado, e fazendo-o porta-voz de suas maternais mensagens de salvação para o mundo inteiro.

Marcos Tadeu Hoje


(foto atual)

“Eu te bendigo, Pai, Senhor do Céu e da Terra, porque escondestes estas coisas aos sábios e entendidos e as revelaste aos pequenos. Sim, Pai, eu te bendigo, porque assim foi do teu agrado.” (Mt 11, 25-26).


Sobre Nós

O site MensageiraDaPaz.org foi desenvolvido por peregrinos divulgadores. Ajude-nos na divulgação! Compartilhe!

Contato

0 (xx) 12 99701-2427

santuariodejacarei@gmail.com
contato@mensageiradapaz.org